sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Polícia autua famílias por desmatar para construção de casas na Paraíba

27/09/2012 16h12 - Atualizado em 27/09/2012 17h20

Várias barracas e até casas de alvenarias já estavam construídas no local.
Responsáveis foram autuados por prática de crime ambiental.
 
Do G1 PB
Algumas casas de alvenaria já estavam prontas e outras em construção (Foto: Walter Paparazzo/G1)
Algumas casas de alvenaria já estavam prontas e outras em construção
(Foto: Walter Paparazzo/G1)
Por volta das 15h desta quinta-feira (27), cerca de 30 pessoas foram levadas para a Delegacia de Meio Ambiente, localizada na Central de Polícia de João Pessoa, suspeitas de prática de crime ambiental. De acordo com as informações da polícia, moradores do Conjunto Patrícia Tomaz foram até uma mata de Jacarapé e destruíram uma parte da vegetação para a construção de barracas e pequenas casas.

O Sargento Valdir Pereira, da Polícia Militar Ambiental, informou que “a polícia foi notificada e ao chegar no local perceberam que várias barracas já estavam montadas e até algumas casas de alvenaria já estavam de pé”.

Responsáveis foram levados para a Central de Polícia (Foto: Walter Paparazzo/G1)
Responsáveis foram levados para a Central
de Polícia (Foto: Walter Paparazzo/G1)

“Trouxemos todo o pessoal responsável até a Delegacia de Meio Ambiente. Eles informaram que fizeram isso pra chamar atenção, como uma forma de pedir moradia ao governo. No entanto, temos informações que confirmam que eles moravam no Patrícia Tomaz”, disse o sargento.

Todas as pessoas que foram detidas continuam na delegacia para prestar depoimento e, segundo o sargento Valdir, vão responder por prática de crime ambiental, já que boa parte da vegetação, que estava em área de preservação, foi destruída.
 

Fonte


Um comentário: